Blog | Partage Shopping | Com você, transformando cidades e pessoas!

7 hábitos valiosos para uma gestão financeira de loja

4 minutos para ler

Não importa qual é seu perfil empreendedor, se você está à frente de um negócio, é indispensável que você tenha eficácia na gestão financeira de loja e tenha sempre ao alcance os números de sua operação, afinal eles te ajudarão em tomadas de decisões mais assertivas e realizáveis conforme a real capacidade orçamentária de sua empresa.

Você sabe fazer gestão financeira de loja?

Muitas pessoas acreditam saber como administrar as finanças de sua loja, porém a gestão financeira vai além de compreender os indicadores fornecidos pela prática da gestão de fluxo de caixa, gestão de investimento em capital de giro, margem de contribuição e ponto de equilíbrio, envolve também uma série de comportamentos relacionados à forma de lidar com as finanças.

Pensando nisso elencamos 7 hábitos que vão contribuir para um negócio sustentável financeiramente.

1. Não misturar as contas de pessoa física com as de pessoa jurídica.

Parece óbvio, mas esse é um erro fácil de se cometer quando não há controle financeiro nas duas esferas. As retiradas não programadas do seu caixa podem comprometer o capital de giro necessário para que sua operação funcione bem, e até mesmo dificultar a entrega das declarações de imposto de renda. Essa pode ser uma decisão difícil quando as contas pessoais apertam, mas, vale considerar que se o caixa e os lucros de sua loja forem bem geridos, no final suas contas pessoais também serão ajustadas.

2. Definir pró-labore para os sócios

Definir a remuneração de cada sócio é uma das estratégias que auxiliam a prática do hábito anterior. O pró-labore não consiste na divisão dos lucros, mas sim no pagamento pelo trabalho executado na empresa, que deverá ser definido baseado na atividade do sócio.

3. Pagar as contas em dia

Além de não existir retorno financeiro sobre multas, atrasar pagamentos pode prejudicar o relacionamento com seus fornecedores e dificultar suas possibilidades de melhores negociações sobre as formas de pagamentos em futuras operações. Sem contar que negativação do nome da empresa pode implicar em futuras transações, como empréstimos em bancos por exemplo.

4. Investir o lucro na própria loja

Investir no desenvolvimento de seu negócio fará sua capacidade de vendas aumentar, atingir crescimento em seu mercado e consequentemente lucrar ainda mais. O investimento em tecnologia voltada para gestão de estoque e melhoria dos processos é um bom caminho para essa estratégia, pois evita perdas de venda por falta de produtos, contribuindo para o aumento da lucratividade.

5. Ter sempre uma reserva financeira para a operação

Imprevistos sempre acontecem. Principalmente se sua empresa tem funcionários, ter um orçamento separado para emergências vão poupar a retirada não programada de seu caixa e impedir desfalques em suas vendas. Vale também a dica de um investimento ou aplicações que podem render ao longo do tempo e possuem o resgate facilitado.

6. Ter uma consultoria para te auxiliar com a gestão econômica e contábil.

Por mais especializado em gestão que você seja, é importante contar com suporte na gestão de um contador, juntamente com estudos e diagnósticos econômicos sobre sua atuação e do mercado que seus produtos ou serviços estão inseridos.

7. Reuniões periódicas para controle financeiro

Ao criar a cultura de gestão de custos e planejamento futuro desses gastos e receitas é preciso envolver todas as pessoas com função estratégica na organização. A consciência do funcionamento do fluxo financeiro pode evitar dívidas, além de pautar tomadas de decisões assertivas no presente e uma previsibilidade mais concreta para o futuro.

Esse hábito promove segurança e sustentabilidade, pois se o cenário para as vendas em um breve futuro estiver comprometido, você será capaz de traçar um plano de contingência com mais habilidade.

Hábitos como esses fazem parte de uma gestão financeira de loja mais eficiente,  que além de conduzir sua loja para uma fase de amadurecimento também favorece o foco na compreensão dos movimentos necessários para a execução plena de seu plano de negócios com muito mais segurança e rentabilidade.

Você gostou das dicas sobre gestão financeira de lojas? Então compartilhe esse artigo em suas redes sociais e ajude seus contatos a dominarem esse tema também!

Posts relacionados

Deixe um comentário