Blog | Partage Shopping | Com você, transformando cidades e pessoas!

Empreendedorismo como carreira

3 minutos para ler

Para quem se depara com o desemprego depois de anos com carteira assinada, buscar a recolocação o quanto antes pode parecer, muitas vezes, a única opção profissional. Contudo, há uma outra via que pode abrir portas inimagináveis: o empreendedorismo. 

Talvez você nunca tenha pensado em ser empresário, mas não se preocupe. É exatamente essa a situação de 37% dos empreendedores brasileiros em fase inicial do negócio. 

De acordo com  pesquisa realizada pela Global Entrepreneurship Monitor (GEM), esse é o percentual de pessoas que abriram uma empresa por necessidade em 2018, no país. 

Empreender pode ser uma excelente forma de vencer o desemprego, mas é preciso estar preparado para a missão que, apesar de árdua, é recompensadora. Por isso, separamos dois pontos importantes para você que quer ter o empreendedorismo como carreira nos próximos anos.

Estude e identifique oportunidades de mercado 

Abrir uma empresa e torná-la rentável é uma tarefa desafiadora. No campo do empreendedorismo o risco é um companheiro diário do empresário, mas as oportunidades também são. Por isso é fundamental se planejar! Mas, por onde começar? 

O primeiro passo é identificar uma necessidade dos consumidores que você pode suprir. Em uma semana, quantas vezes você ouve alguém se queixar de um serviço mal prestado, de um produto que não funciona ou mesmo de uma dificuldade cotidiana aparentemente sem solução?

Se há insatisfação, há problemas que podem ser resolvidos por uma empresa. Portanto, mapeie as diversas demandas com as quais você e as pessoas com quem convive se deparam. Vá além, pesquise tendências, leia jornais, participe de feiras, seja informado.

Em seguida, faça uma lista das suas habilidades e de seus recursos. Do cruzamento dessas duas listas, avalie oportunidades de negócios, que tenham a ver com seu perfil, se enquadrem nos recursos que você tem disponíveis e que atendam uma demanda real da sociedade. 

Planeje-se para minimizar os riscos

Definida a solução que sua empresa irá comercializar, é hora de partir para o plano de negócios. Há diversas ferramentas disponíveis gratuitamente que podem te auxiliar a realizar essa etapa. 

O Sebrae, por exemplo, disponibiliza um modelo de plano de negócios tradicional. Você também pode fazer o Canvas Business Model, uma ferramenta ágil e simplificada, que é disponibilizada gratuitamente por diversas instituições ligadas ao empreendedorismo, como a Endeavor.

Independentemente da ferramenta que você usará é fundamental que o planejamento de seu negócio seja utilizado como um roteiro dinâmico, ele te ajudará a conhecer a estrutura de custos da sua empresa, as necessidades do seu cliente e as potencialidades da empresa que está nascendo. 

Aproveite o conhecimento de terceiros 

Uma alternativa que se mostra cada vez mais atrativa são as franquias. Esse pode ser um caminho muito interessante para quem  ainda não tem experiência em administração de empresas e quer contar com o conhecimento de terceiros. Se você tem poucos recursos à disposição e quer empreender, considere a possibilidade de abrir um quiosque ou uma microfranquia. 

Seja qual for o seu perfil, lembre-se de que o espírito empreendedor nasce muitas vezes das adversidades e da vontade de transformá-las em oportunidades. 

Gostou desse artigo? Compartilhe em suas redes sociais e ajuda a disseminar a cultura do empreendedorismo.

Posts relacionados

Deixe um comentário