Blog | Partage Shopping | Com você, transformando cidades e pessoas!

4 erros comuns cometidos por empreendedores!

4 minutos para ler

Todo iniciante comete erros. É normal tropeçar aqui e ali, afinal de contas, você está explorando um novo terreno. Em uma área como o varejo, diversos são os detalhes para os quais é preciso estar atento.

No processo de criação e gestão de um empreendimento, as armadilhas são ainda maiores. Seu projeto pode ser brilhante, mas se você não acertar no planejamento do negócio, corre o risco de botar tudo a perder.

Pensando nisso, listamos alguns erros comuns que o empreendedor iniciante deve evitar. Leia mais a seguir!

1 – Não fazer o plano de negócios

É essencial desenvolver um plano de negócios para servir como guia para seu projeto. Além disso, é importante para buscar financiamento: um bom investidor só apoiará a sua ideia se você apresentar um plano detalhado.

Lembre-se de alguns itens que devem constar no seu plano de negócios: ramo de atividade, público-alvo, fornecedores, estudo da concorrência, produtos e serviços, localização, operação, volume de produção e previsões financeiras.

2 – Empreender de maneira informal no início

No Brasil, muitos empreendedores decidem começar de maneira informal e, a medida que o negócio cresce, acabam formalizando a empresa. Outros preferem manter o negócio na informalidade por causa dos impostos. Apesar de ser uma prática comum o mais adequado é manter tudo formalizado desde o início.

É no momento que você cadastra o CNPJ, que pode abrir uma conta bancária, alugar o espaço onde estará localizado o seu varejo, solicitar linhas de crédito específicas para empresários que estão abrindo um novo negócio. Além das questões formais, ter uma empresa legalizada mostra o seu comprometimento com sua área de atuação e o profissionalismo com que pretende lidar com o empreendimento.

3 – Abrir um negócio sem pensar no público

Pode parecer algo simples, mas não pensar no seu cliente no momento em que decide abrir um varejo pode arruinar qualquer possibilidade de sucesso.

Muitos empreendedores acreditam ter uma ideia brilhante, porém não se preocupam em pesquisar se existe demanda. Ou seja, a primeira coisa que deve se perguntar é: meu produto ou serviço resolve o problema de alguém? Ele é de fato uma solução?

No varejo o cliente é o rei. É preciso estudar seu público-alvo, identificar como ele se relaciona com o segmento que você decidiu atuar. Mapear os hábitos de consumo, faixa-etária e preferências do futuro cliente é essencial nessa fase.

Não deixe de conferir também: visual merchandising: 7 dicas para deixar sua loja mais vendedora!

4 – Ignorar a importância da capacitação

Que a rotina de um empreendedor em início de carreira é atribulada, não é possível negar. Mas reservar um tempo para a qualificação, tanto sua quanto daqueles que colaborarão com o seu negócio pode ser trabalhoso, mas é fundamental. Afinal, aprender com os próprios erros pode custar caro. Por isso, prefira investir em treinamento.

O mercado de educação empresarial oferece diversas opções de cursos e treinamentos. Busque aquelas que se encaixam nas suas principais necessidades – gestão, finanças, administração e atração de novos negócios, por exemplo.

E não esqueça, essa dica vale mesmo quando você já acumular alguns anos de experiência. Aprendizado nunca é demais. Além disso, o mercado está em constante mutação, que acontece cada vez mais rápido, quem não se atualiza tende a ficar pra trás.

Como diz a citação de Andrew Carnegie, considerado o segundo homem mais rico da história dos Estados Unidos e empreendedor nato: “O único capital insubstituível de uma organização é o conhecimento e habilidade de seu pessoal”.

E se tratando de Andrew, não podemos ignorar!

E para você, quais são os erros mais comuns cometidos por empreendedores? Deixe nos comentários.

Quer receber nossos conteúdos e se manter atualizado? Deixe seu e-mail e receba nossa news!

Posts relacionados

Deixe um comentário